Logo ClickeAprenda
BIO

Arma brasileira contra a dengue


Publicada em: 00/00/0000

N√£o deixar √°gua acumulada, tampar caixa d’√°gua e tanques, colocar areia nas bases de vasos, guardar garrafas com a boca para baixo. Todas estas recomenda√ß√Ķes s√£o exaustivamente passadas para a popula√ß√£o, com a inten√ß√£o de diminuir os casos de dengue no Brasil.

Essas medidas buscam evitar a criação de lugares propícios ao desenvolvimento da larva do Aedes aegypti, mosquito causador da doença.

Aedes aegypti

O combate às larvas pode ficar mais fácil! Pesquisadores brasileiros de universidades de Santa Catarina e de Pernambuco estão desenvolvendo um inseticida à base de plantas, que promete ser a nova arma contra a dengue.

Est√° sendo estudada a combina√ß√£o de subst√Ęncias naturais, como a andiroba e o cinamomo.

C√°psulas biodegrad√°veis

Essa combina√ß√£o de diferentes produtos aumentaria a efic√°cia do inseticida, em rela√ß√£o aos que s√£o fabricados com um √ļnico componente.

Os inseticidas com uma s√≥ subst√Ęncia s√£o menos eficientes, pois √© muito comum encontrar mosquitos que s√£o naturalmente resistentes ao composto qu√≠mico. Quando existe uma associa√ß√£o de v√°rios componentes qu√≠micos, a efici√™ncia √© muito maior, pois aqueles insetos resistentes a um tipo de composto dificilmente ser√£o resistentes aos outros constituintes da f√≥rmula, e acabam sendo eliminados do ambiente, dificultando a sobreviv√™ncia dos mosquitos resistentes.

√ďleo de Andiroba usado como cosm√©tico

Al√©m de ser mais eficiente, este novo inseticida possui outra import√Ęncia: baixa toxicidade para os seres humanos. Na f√≥rmula, existem subst√Ęncias usadas at√© mesmo em cosm√©ticos, como √© o caso da andiroba.

Outro ponto positivo deste projeto √© a previs√£o para o uso de c√°psulas biodegrad√°veis para armazenar o inseticida. Essa medida evita o ac√ļmulo de poluentes e atende √†s preocupa√ß√Ķes em rela√ß√£o ao meio ambiente.

Pesquisas como essa s√£o de grande import√Ęncia pra o pa√≠s. Com empenho e tecnologia, o Brasil pode mudar os n√ļmeros alarmantes da dengue. Segundo o Minist√©rio da Sa√ļde, o pa√≠s registrou 438.949 casos nos meses de janeiro a julho deste ano (2007), e isso representa um aumento de 45% em rela√ß√£o ao mesmo per√≠odo de 2006.




Redes Sociais

Conteúdos Especiais


Powered by CLICKIDEA