Logo ClickeAprenda
FIL

Ambientalismo e ciência


Publicada em: 00/00/0000

Em quais dados da ciência podemos acreditar? A ciência pode ser usada politicamente?

Bem, a resposta à primeira questão é algo difícil. Já a da segunda é simples: sim, a ciência pode ser usada politicamente.

 

Um exemplo do que estamos falando vem de uma divulgação feita nesta semana pela chamada OCDE.

Um relat√≥rio afirma que os t√£o aclamados biocombust√≠veis, que seriam a salva√ß√£o do homem por reduzir a depend√™ncia energ√©tica, aumentar a receita agr√≠cola e ajudar a combater as altera√ß√Ķes no clima, na verdade podem acabar sendo mais prejudiciais do que os derivados de petr√≥leo.

O documento diz o seguinte: A press√£o atual para ampliar o uso de biocombust√≠veis est√° criando tens√Ķes insustent√°veis que v√£o abalar os mercados sem gerar benef√≠cios ambientais significativos".

"Quando se levam em conta a acidificação, o uso de fertilizantes, a perda de biodiversidade e a toxicidade dos pesticidas agrícolas, o impacto geral do etanol e do biodiesel sobre o meio ambiente podem superar fácil os do petróleo e do diesel mineral".

Plataforma para exploração de petróleo

Dito isto, e considerando que o estudo é correto, tudo o que se disse sobre a defesa do biodisel e do etanol, por exemplo, pode ser esquecido, assim como toda a movimentação política de governos e entidades ambientais também.

De uma hora para outra, aqueles que achavam estar realizando o bem, est√£o na verdade fazendo o mal.

Aceitarão estas pessoas o referido relatório? Ou dirão que ele é falso?

Voltamos ent√£o √†s duas quest√Ķes que abrem este texto.




Redes Sociais

Conteúdos Especiais


Powered by CLICKIDEA