Logo ClickeAprenda
GEO

Enfim, a autossuficiência!


Publicada em: 09/12/2008

 

No fim de 2007, a Petrobrás anunciou a descoberta de novas reservas de petróleo no campo de Tupi, na Bacia de Santos-SP.
Tal pronunciamento foi festejado como se tiv√©ssemos liquidado a d√≠vida externa, como se agora fiz√©ssemos parte do seleto grupo do “primeiro mundo”.
Bem, críticas à parte, a descoberta da Petrobrás muda o perfil do Brasil no mercado mundial de petróleo.

Segundo a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Roussef, “uma reserva dessas transforma o pa√≠s em exportador de petr√≥leo”.

O Brasil, antes da descoberta, era um produtor m√©dio, e agora passa para o “primeiro patamar” de produtores. J√° estamos sendo comparados (pelo nosso governo) aos √°rabes e √† Venezuela. Isso √© que √© futuro, hein?


Bem, vamos aos fatos:

Com as novas reservas, a Petrobr√°s sobe do quinto para o terceiro lugar no ranking entre as principais companhias listadas nas Bolsas de Valores do mundo todo, s√≥ perdendo para a norte-americana Exxon Mobil e a brit√Ęnica BP em volume de reservas.

As reservas atuais da Petrobr√°s s√£o de 11,4 bilh√Ķes de barris; com a descoberta, isso sobe para 16,5 bilh√Ķes.

A ExxonMobil possui reservas de 22,11 bilh√Ķes de barris e a brit√Ęnica BP possui reservas de 17,436 bilh√Ķes de barris de √≥leo.

Depois das tr√™s gigantes, ExxonMobil, BP e Petrobr√°s, o ranking das maiores empresas do “ouro negro” continua na sequência: Cheyron, Shell, Conoco Philips, Total, Eni, Statoil, Repsol, BG, Hydro, Marathon, OMV e Amerada Hess.




Redes Sociais

Conteúdos Especiais


Powered by CLICKIDEA