Logo ClickeAprenda
MAT

A Matem√°tica no Renascimento


Publicada em: 13/04/2009

O Renascimento ocorreu na Europa, basicamente na Itália, entre 1300 e 1650. Esse movimento teve como objetivo reviver a antiga cultura greco-romana no campo das artes, da literatura e das ciências, que ficaram um pouco esquecidas durante o feudalismo.

¬ďA Primavera¬Ē, de Botticelli: presen√ßa de deusas romanas

Grandes pintores se consagraram nesse per√≠odo: Leonardo da Vinci, Sandro Botticelli, Michel√Ęngelo, e Filippo Brunelleschi. Este √ļltimo al√©m de pintor, era escultor, arquiteto, e dominava conhecimentos de Matem√°tica, principalmente a geometria.

A c√ļpula da Bas√≠lica di Santa Maria del Fiore, em Floren√ßa: obra de Brunelleschi

As obras renascentistas têm como principal característica a simetria: a preocupação com a harmonia e com o equilíbrio da obra, seja ela uma pintura, uma escultura ou até mesmo uma poesia.
Outra marca dos pintores √© o uso de cores claras e escuras para dar no√ß√£o do volume e da dist√Ęncia entre os objetos. O uso da propor√ß√£o era fundamental para a composi√ß√£o do quadro.
Nas esculturas, os artistas buscavam representar o homem tal como ele é na realidade e isso se dava também através do uso da proporção.

Mas n√£o foram apenas as artes que evolu√≠ram nessa √©poca. Gra√ßas √† busca por respostas l√≥gicas e racionais (abandonando a concep√ß√£o divina pregada na Idade M√©dia), o homem se torna mais curioso, passando a fazer observa√ß√Ķes e experimentos para confirmar suas hip√≥teses.
Um dos grandes cientistas do renascimento foi Nicolau Copérnico, que desenvolveu a teoria heliocêntrica.

Uma das páginas do livro de Vesalius: representação detalhada e fiel do corpo humano

A medicina tamb√©m evoluiu bastante. O primeiro livro sobre anatomia humana foi escrito nesse per√≠odo por Andreas Vesalius, considerado “o pai da anatomia moderna”. Nele, Vesalius usa sua experi√™ncia com cad√°veres para enriquecer os detalhes do desenho, al√©m de mostrar grande habilidade matem√°tica, mantendo as propor√ß√Ķes entre o desenho e a realidade.