Logo ClickeAprenda
QUI

Vitaminas combatem crimes


Publicada em: 30/11/2009

Todos sabemos que as vitaminas e os sais minerais são essenciais para o bom funcionamento do organismo humano. Esses nutrientes atuam de diferentes maneiras e podem ser encontrados em carnes (tanto as vermelhas quanto as brancas), frutas, legumes e cereais.

A ingestão de vitaminas diminui a criminalidade!

Por serem tão importantes, acredita-se que quem não consome alimentos desses grupos diariamente deve ingerir suplementos vitamínicos para complementar a dieta. A novidade é que, além de todos os benefícios que trazem, os suplementos contendo vitaminas e os minerais essenciais podem ajudar a diminuir a violência.

Uma pesquisa conduzida pelo professor John Stein, realizada na Universidade de Oxford, mostrou que uma dose diária de um suplemento completo ministrada para detentos contribuiu para diminuir as agressões físicas, roubos e outros delitos cometidos entre a população carcerária.

Frutas e legumes são ricos em vitaminas!

Uma outra pesquisa, feita num centro de segurança máxima para jovens em Aylesbury, Buckinghamshire, mostrou que os presidiários que ingeriram uma cápsula por dia de uma mistura de diversas vitaminas cometeram 26% menos atos de indisciplina e 37% menos atos violentos, comparando-se com os que não receberam.

Sabe-se que nutrientes como o ômega-3, o zinco e as vitaminas A, B e D possuem grande importância para a química do cérebro. Assim, pode existir uma relação entre uma dieta pobre nesses nutrientes e a criminalidade.

Se as merendas escolares fossem ricas em alimentos com vitaminas, a criminalidade poderia diminuir.

Para continuar o estudo, pretende-se dar placebos e uma alimentação rica em vitaminas para alguns presidiários, para outros será oferecida uma alimentação rica com mais de 30 vitaminas e minerais, além de uma dose de ácidos ômega-3.
Esse estudo será feito em mais de mil detentos que estão presos em três penitenciárias diferentes do Reino Unido, por mais de três anos.

Se a pesquisa trouxer resultados positivos, tal como acreditam seus idealizadores, os suplementos e a alimentação mais adequada poderá ser útil para ajudar a diminuir a agressividade tanto de jovens detentos, quanto dos que estão soltos.