Logo ClickeAprenda
HIS

A Independência do Timor Leste


Publicada em: 30/08/2005

O Timor Leste é hoje a nação mais jovem do mundo. O pequeno território de língua portuguesa, localizado no sudeste asiático proclamou sua independência neste domingo, 19 de maio de 2002.
Depois de passar um per√≠odo sob a administra√ß√£o da ONU, o territ√≥rio finalmente assumiu sua autonomia. A bandeira das Na√ß√Ķes Unidas foi retirada para dar lugar √† bandeira do Novo Estado.
Xanana Gusmão, ex-chefe da rebelião pró-independência, foi proclamado presidente. A solenidade ocorreu perto de Dili e foi acompanhada pelo secretário geral da ONU, Kofi Annan, o ex-presidente americano Bill Clinton e representantes de 92 países.

 

O Timor Leste est√° situado numa ilha compartilhada com o Timor Oeste (pertencente √† Indon√©sia). A regi√£o pertencia a Portugal desde o s√©culo XVI, quando a expans√£o mar√≠tima permitiu o estabelecimento de col√īnias portuguesas em v√°rias regi√Ķes do globo. O territ√≥rio ent√£o permaneceu sob dom√≠nio portugu√™s at√© 1974, quando a ilha foi abandonada √† sua pr√≥pria sorte, sem qualquer medida que possibilitasse a forma√ß√£o de um governo de transi√ß√£o. As lutas internas pelo poder deram origem a uma guerra civil. A Indon√©sia, aproveitando-se do momento, ocupou militarmente a regi√£o.
Em 1997, a mobiliza√ß√£o pac√≠fica pela autonomia do Timor recebeu o impulso do reconhecimento internacional quando Jos√© Ramos-Horta e o bispo Ximenes Bello, l√≠deres do movimento, receberam o Pr√™mio Nobel da Paz. As negocia√ß√Ķes diplom√°ticas culminaram com o acordo firmado entre Portugal, Indon√©sia e Na√ß√Ķes Unidas em 5 de maio de 1999 para a convoca√ß√£o de uma consulta popular sobre a independ√™ncia do pa√≠s.

Em setembro do mesmo ano, o plebiscito levou √†s urnas 98% dos eleitores, dos quais 80% decidiram pela sua independ√™ncia. O resultado foi seguido de uma onda de viol√™ncia. Muitos assassinatos foram promovidos por mil√≠cias anti-independ√™ncia, armadas por membros do ex√©rcito indon√©sio, descontentes com o resultado das vota√ß√Ķes.
Essas imagens de violência provocaram protestos em vários países do mundo. Finalmente, em 18 de setembro, formou-se uma força militar internacional com o objetivo de atuar na região. Os soldados da ONU deveriam desarmar os milicianos e auxiliar na transição e na reconstrução do país. Desde então, a região ficou sob a administração da ONU até 19 de maio de 2002, quando ocorreu a independência oficial do país.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




Redes Sociais

Conteúdos Especiais


Powered by CLICKIDEA