Logo ClickeAprenda
QUI

Rio+20 está chegando!


Publicada em: 09/04/2012

Há vinte anos foi realizada no Rio de Janeiro uma conferência mundial sobre o ambiente chamada ECO-92 (ou Rio-92 ou ainda Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento). Essa reunião foi muito importante, pois representou o início de uma série de discussões sobre o ambiente. Depois dela foram realizadas outras, como a Rio+10, a Rio+15 e agora será realizada a Rio+20. Não necessariamente essas conferências ocorreram no Rio de Janeiro, mas possuem esse nome, pois ocorrem anos depois da ECO-92


O nome completo do evento é Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável. Ele ocorrerá entre os dias 13 a 22 de junho de 2012, no Rio de Janeiro. O principal objetivo da reunião é o compromisso com o desenvolvimento sustentável; assim, serão avaliados os progressos realizados nessa área e o que é necessário fazer para alcançar tal desenvolvimento em vários locais do mundo. 


Os temas principais são a economia verde, ou seja, a economia de recursos ambientais e a erradicação da pobreza no mundo. Haverá reuniões entre os representantes de vários países do mundo e também serão feitas reuniões com membros da sociedade civil.

Irão ser intensificadas as discussões sobre as mudanças climáticas, causadas pelo aquecimento global, incluindo a redução da emissão de gás carbônico para atmosfera. Além disso, serão discutidas maneiras de se alcançar o desenvolvimento sustentável


O Brasil, por ter dimensões continentais, ou seja, por ser um país muito grande, produz muito gás carbônico. Embora já existam aqui vários projetos para redução dessa emissão, ainda é necessário definir uma Política Nacional de Mudança Climática e aprovar no Legislativo a Lei de Mudança Climática.


A emissão de gás carbônico ocorre em vários setores, desde a agricultura até a indústria. Além disso, também são emitidos outros gases responsáveis pela intensificação do efeito estufa. Uma mudança nos processos industriais, incluindo a implementação da química verde é urgente e importante. Não podemos mais permitir que se produzam compostos que possam gerar malefícios aos seres humanos e ao ambiente, incluindo aí, não só atmosfera, mas a hidrosfera e a litosfera. Também é igualmente importante não depender de fontes não renováveis. O futuro do planeta depende de nós e, especialmente, da boa vontade dos líderes mundiais. Vamos torcer para que saiam boas decisões dessa conferência e, principalmente, para que essas decisões se transformem em ações. 

Há vinte anos foi realizada no Rio de Janeiro uma conferência mundial sobre o ambiente chamada ECO-92 (ou Rio-92 ou ainda Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento). Essa reunião foi muito importante, pois representou o início de uma série de discussões sobre o ambiente. Depois dela foram realizadas outras, como a Rio+10, a Rio+15 e agora será realizada a Rio+20. Não necessariamente essas conferências ocorreram no Rio de Janeiro, mas possuem esse nome, pois ocorrem anos depois da ECO-92


O nome completo do evento é Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável. Ele ocorrerá entre os dias 13 a 22 de junho de 2012, no Rio de Janeiro. O principal objetivo da reunião é o compromisso com o desenvolvimento sustentável; assim, serão avaliados os progressos realizados nessa área e o que é necessário fazer para alcançar tal desenvolvimento em vários locais do mundo. 


Reunião para preparação da Rio+20

Os temas principais são a economia verde, ou seja, a economia de recursos ambientais e a erradicação da pobreza no mundo. Haverá reuniões entre os representantes de vários países do mundo e também serão feitas reuniões com membros da sociedade civil.

Irão ser intensificadas as discussões sobre as mudanças climáticas, causadas pelo aquecimento global, incluindo a redução da emissão de gás carbônico para atmosfera. Além disso, serão discutidas maneiras de se alcançar o desenvolvimento sustentável


O Brasil, por ter dimensões continentais, ou seja, por ser um país muito grande, produz muito gás carbônico. Embora já existam aqui vários projetos para redução dessa emissão, ainda é necessário definir uma Política Nacional de Mudança Climática e aprovar no Legislativo a Lei de Mudança Climática.


A presidenta Dilma em reunião sobre a Rio+20

A emissão de gás carbônico ocorre em vários setores, desde a agricultura até a indústria. Além disso, também são emitidos outros gases responsáveis pela intensificação do efeito estufa. Uma mudança nos processos industriais, incluindo a implementação da química verde é urgente e importante. Não podemos mais permitir que se produzam compostos que possam gerar malefícios aos seres humanos e ao ambiente, incluindo aí, não só atmosfera, mas a hidrosfera e a litosfera. Também é igualmente importante não depender de fontes não renováveis. O futuro do planeta depende de nós e, especialmente, da boa vontade dos líderes mundiais. Vamos torcer para que saiam boas decisões dessa conferência e, principalmente, para que essas decisões se transformem em ações. 




Redes Sociais

Conteúdos Especiais


Powered by CLICKIDEA