Logo ClickeAprenda
CIE

Diab√©ticos, cuidado: frutas podem ser prejudiciais √† sua sa√ļde


Publicada em: 04/02/2013

As frutas são ótimas! Contêm muitas vitaminas, sais minerais, algumas são proteicas e muitas delas ainda possuem compostos funcionais, ou seja, aqueles que previnem certas doenças como o câncer.


No entanto, as frutas, assim como outros alimentos, são ricos em carboidratos ou açúcares. Esses compostos são superimportantes para o bom funcionamento do nosso organismo, mas devem ser consumidos com moderação, pois engordam. Junto com a obesidade, vem outras doenças como o diabetes.

O diabetes, por sua vez, está associado com o metabolismo dos carboidratos. Essa doença é grave e afeta grande parte da população. 


Uma das maneiras de se prevenir o diabetes é diminuir o consumo de açúcares, principalmente, aqueles associados a doces, como sorvetes, bolos e balas. Esses doces industrializados são ricos em açúcar comum, que é chamado sacarose - uma molécula formada pela associação de duas outras moléculas, a glicose e a frutose.


Mas, pesquisas mostram que as pessoas que possuem tendência a ter diabetes devem ser preocupar com o consumo da frutose, que está presente em grandes quantidades nas frutas. A frutose é um açúcar que aumenta os níveis de insulina e que ainda atua sob a ação do hormônio que inibe o apetite e estimula o gasto de energia, a leptina. Com isso, após comer alimentos ricos em frutose, não há a sensação de saciedade e a pessoa quer comer mais. Dessa forma,  pode ingerir outros alimentos que sejam prejudiciais à sua saúde.


Uma pesquisa americana divulgada recentemente (Robert Sherwin, da Universidade Yale) comparou a atividade da glicose e da frutose no cérebro e percebeu-se que a glicose faz com que a pessoa se sinta saciada, enquanto a frutose não.


Veja bem: comer frutas é muito importante. Portanto, não se deve descartar esse hábito. Pelo contrário, quem não come deve começar a comer. É importante saber que fruta engorda, como tudo que a gente come em excesso. Dessa maneira, ela também deve ser ingerida com moderação, principalmente as frutas mais ricas em açúcares e em lipídios, como o abacate. Outro ponto para se tomar cuidado é com a ingestão em excesso de suco de frutas, que também contém frutose. E não adianta substituir o suco pelo refrigerante: é preciso beber água.

Outras pesquisas mostram que adolescentes estão consumindo uma alta quantidade de frutose por dia, cerca de 73 g. Essa frutose, porém, não necessariamente é oriunda do consumo de frutas. Hoje em dia muitos alimentos processados possuem o xarope de milho em sua composição, que é rico em frutose. Tome conta da sua saúde e invista numa alimentação de qualidade.

As frutas são ótimas! Contêm muitas vitaminas, sais minerais, algumas são proteicas e muitas delas ainda possuem compostos funcionais, ou seja, aqueles que previnem certas doenças como o câncer.


Doces contêm uma alta quantidade de um carboidrato chamado de sacarose, o açúcar comum

No entanto, as frutas, assim como outros alimentos, são ricos em carboidratos ou açúcares. Esses compostos são superimportantes para o bom funcionamento do nosso organismo, mas devem ser consumidos com moderação, pois engordam. Junto com a obesidade, vem outras doenças como o diabetes.

O diabetes, por sua vez, está associado com o metabolismo dos carboidratos. Essa doença é grave e afeta grande parte da população. 


Uma das maneiras de se prevenir o diabetes é diminuir o consumo de açúcares, principalmente, aqueles associados a doces, como sorvetes, bolos e balas. Esses doces industrializados são ricos em açúcar comum, que é chamado sacarose - uma molécula formada pela associação de duas outras moléculas, a glicose e a frutose.


Frutas contêm uma alta quantidade de frutose, um açúcar que também faz parte da sacarose

Mas, pesquisas mostram que as pessoas que possuem tendência a ter diabetes devem ser preocupar com o consumo da frutose, que está presente em grandes quantidades nas frutas. A frutose é um açúcar que aumenta os níveis de insulina e que ainda atua sob a ação do hormônio que inibe o apetite e estimula o gasto de energia, a leptina. Com isso, após comer alimentos ricos em frutose, não há a sensação de saciedade e a pessoa quer comer mais. Dessa forma,  pode ingerir outros alimentos que sejam prejudiciais à sua saúde.


Uma pesquisa americana divulgada recentemente (Robert Sherwin, da Universidade Yale) comparou a atividade da glicose e da frutose no cérebro e percebeu-se que a glicose faz com que a pessoa se sinta saciada, enquanto a frutose não.


Sem dúvidas consumir frutas é melhor do que doces: mas isso também deve ser feito com moderação

Veja bem: comer frutas é muito importante. Portanto, não se deve descartar esse hábito. Pelo contrário, quem não come deve começar a comer. É importante saber que fruta engorda, como tudo que a gente come em excesso. Dessa maneira, ela também deve ser ingerida com moderação, principalmente as frutas mais ricas em açúcares e em lipídios, como o abacate. Outro ponto para se tomar cuidado é com a ingestão em excesso de suco de frutas, que também contém frutose. E não adianta substituir o suco pelo refrigerante: é preciso beber água.

Outras pesquisas mostram que adolescentes estão consumindo uma alta quantidade de frutose por dia, cerca de 73 g. Essa frutose, porém, não necessariamente é oriunda do consumo de frutas. Hoje em dia muitos alimentos processados possuem o xarope de milho em sua composição, que é rico em frutose. Tome conta da sua saúde e invista numa alimentação de qualidade.




Redes Sociais

Conteúdos Especiais


Powered by CLICKIDEA