Logo ClickeAprenda
ESP

A Bolƭvia Ʃ um paƭs mais indƭgena que mestiƧo, conforme censo


Publicada em: 12/08/2013

Evo Morales, presidente da Bolívia desde 2006, foi o primeiro indígena a ocupar o posto mais importante do país. Implementou políticas de assistência aos ameríndios, os mais pobres do país e, em 2009, mudou oficialmente o nome do país para Estado Plurinacional da Bolívia, reconhecendo, oficialmente, a diversidade étnica da população, composta por diferentes etnias indígenas, em um movimento de valorização de uma população historicamente isolada e sem direitos. Entretanto, os primeiros resultados do último censo realizado no país, em 2012, põem em cheque o caráter pluriétnico que o governo de Morales sempre defendeu e reduz a população de áreas que estão politicamente ao lado do presidente, o que determina um rearranjo de verbas que o governo direciona a essas áreas.

 

Considerada majoritariamente indígena, os resultados oficiais do último censo realizado, chamado de Censo de Población y Vivienda 2012 (censo de população e de habitação), revelam que a Bolívia é um país mestiço, e não indígena, além de uma população menor do que a esperada pelo governo. Em janeiro, com resultados preliminares, Evo Morales havia anunciado que o país possuía 10.329.000 habitantes e que o mais populoso estado era o de Santa Cruz. 


Agora o resultado oficial apresenta uma população total de 10.027.254, diminuindo principalmente a população de estados como Cochabamba, Santa Cruz e La Paz. Apesar de a divulgação ter sido muito criticada, a ponto de colocar em dúvida a veracidade dos dados, a ONU e o Banco Mundial ajudarão o governo a validar os dados divulgados, mas já se expressaram em apoio ao país pois reconheceram a lisura do processo.

 

A principal reclamação é a grande diferença do último censo com os dados preliminares divulgados pelo governo, principalmente a de 300 mil habitantes a menos. O dado populacional é muito importante, pois determina o montante de verbas a ser distribuído entre os estados, chamados na Bolívia de departamentos. Tais dados não favorecem o governo, pois justamente as áreas que sofreram mais redução são as que estão ao lado de Morales. 


Outro dado, em comparação com o censo de 2001, cujos resultados apontavam para um país predominantemente indígena, o de 2012 mostra uma grande mudança, convertendo a população do país de indígena para majoritariamente mestiça, deixando por terra a definição de plurinacional.

 

Uma grande parte da população declarou não pertencer a nenhuma das 36 nações indígenas do país, aproximadamente mais de 4.032.000 pessoas maiores de 15 anos. Os maiores de 15 anos que se declararam indígenas foram em torno de 2.800.000 pessoas. Dentre os indígenas, a maior nação é a quíchua, com a aimará em segundo.

 

O último censo também mostrou que o país melhorou economicamente, com 95% da população que sabe ler e escrever; sete de cada dez bolivianos possuem casa própria; 78% da população possui energia elétrica; 66% possui água potável e 70% contam com esgoto encanado.

População boliviana de etnia indígena

Evo Morales, presidente da Bolívia desde 2006, foi o primeiro indígena a ocupar o posto mais importante do país. Implementou políticas de assistência aos ameríndios, os mais pobres do país e, em 2009, mudou oficialmente o nome do país para Estado Plurinacional da Bolívia, reconhecendo, oficialmente, a diversidade étnica da população, composta por diferentes etnias indígenas, em um movimento de valorização de uma população historicamente isolada e sem direitos. Entretanto, os primeiros resultados do último censo realizado no país, em 2012, põem em cheque o caráter pluriétnico que o governo de Morales sempre defendeu e reduz a população de áreas que estão politicamente ao lado do presidente, o que determina um rearranjo de verbas que o governo direciona a essas áreas.

 

Considerada majoritariamente indígena, os resultados oficiais do último censo realizado, chamado de Censo de Población y Vivienda 2012 (censo de população e de habitação), revelam que a Bolívia é um país mestiço, e não indígena, além de uma população menor do que a esperada pelo governo. Em janeiro, com resultados preliminares, Evo Morales havia anunciado que o país possuía 10.329.000 habitantes e que o mais populoso estado era o de Santa Cruz. 


Agora o resultado oficial apresenta uma população total de 10.027.254, diminuindo principalmente a população de estados como Cochabamba, Santa Cruz e La Paz. Apesar de a divulgação ter sido muito criticada, a ponto de colocar em dúvida a veracidade dos dados, a ONU e o Banco Mundial ajudarão o governo a validar os dados divulgados, mas já se expressaram em apoio ao país pois reconheceram a lisura do processo.

 

A principal reclamação é a grande diferença do último censo com os dados preliminares divulgados pelo governo, principalmente a de 300 mil habitantes a menos. O dado populacional é muito importante, pois determina o montante de verbas a ser distribuído entre os estados, chamados na Bolívia de departamentos. Tais dados não favorecem o governo, pois justamente as áreas que sofreram mais redução são as que estão ao lado de Morales. 


Evo Morales em uma cerimônia religiosa indígena

Outro dado, em comparação com o censo de 2001, cujos resultados apontavam para um país predominantemente indígena, o de 2012 mostra uma grande mudança, convertendo a população do país de indígena para majoritariamente mestiça, deixando por terra a definição de plurinacional.

 

Uma grande parte da população declarou não pertencer a nenhuma das 36 nações indígenas do país, aproximadamente mais de 4.032.000 pessoas maiores de 15 anos. Os maiores de 15 anos que se declararam indígenas foram em torno de 2.800.000 pessoas. Dentre os indígenas, a maior nação é a quíchua, com a aimará em segundo.

 

O último censo também mostrou que o país melhorou economicamente, com 95% da população que sabe ler e escrever; sete de cada dez bolivianos possuem casa própria; 78% da população possui energia elétrica; 66% possui água potável e 70% contam com esgoto encanado.




Redes Sociais

Conteúdos Especiais


Powered by CLICKIDEA