Logo ClickeAprenda
CIE

Por que geladeiras frost-free fazem tanto barulho?


Publicada em: 27/04/2015

Descubra o mistério por trás dos ruídos desses modernos eletrodomésticos 

 

Você já degelou alguma geladeira? No passado, não existiam geladeiras frost-free e era comum o acúmulo de grossas camadas de gelo no congelador. Periodicamente, era preciso desligá-la e remover esse gelo. Era um processo bem trabalhoso.


 

Com a chegada dos refrigeradores frost-free, isso deixou de ser um problema. Esse tipo de geladeira possui um mecanismo que impede a formação de gelo nas paredes do congelador, o que significa que não é necessário fazer o degelo periodicamente. Ótima notícia, não é? O que mais poderíamos querer de um refrigerador? De fato, esses eletrodomésticos trouxeram inúmeras vantagens para os usuários, mas eles não são isentos de problemas. Uma das reclamações mais frequentes sobre refrigeradores frost-free é o ruído que ele produz. Rangidos agudos e estalos estão sempre sendo emitidos por essas geladeiras.

 

Embora esse seja um  problema que tenha sido encontrado desde o início do uso de refrigeradores frost-free, até recentemente nem os cientistas, nem os fabricantes de geladeira sabiam qual era a causa dos ruídos. Agora, em abril de 2015, um grupo de pesquisadores da Universidade MEF, em Istambul, finalmente resolveu esse enigma.


 

Os pesquisadores estudaram no laboratório os componentes do motor da geladeira responsáveis pelo mecanismo frost-free. Para manter as paredes livres de gelo, esses refrigeradores alternam entre ciclos de refrigeração e aquecimento. O ciclo de refrigeração mantém o interior da geladeira a uma temperatura baixa, para deixar nossos alimentos gelados e bem conservados. O ciclo de aquecimento faz com que qualquer gelo que esteja começando a se acumular nas paredes do refrigerador se condense, impedindo a formação de placas de gelo.

 

Essa frequente troca de temperatura, no entanto, tem um efeito nos componentes que constituem a geladeira. Quando a temperatura diminui, a maioria desses componentes reduz seu volume. Quando a temperatura aumenta, eles aumentam de volume. Essa alternância entre contração e expansão é a responsável pelos ruídos. Quando os constituintes da geladeira se expandem, a fricção entre eles origina os sons.

 

Os pesquisadores acreditam que esses resultados podem ser usados por fabricantes de refrigeradores para construir equipamentos “frost-free“ mais silenciosos.

Antigamente, era necessário degelar os refrigeradores

Descubra o mistério por trás dos ruídos desses modernos eletrodomésticos 

 

Você já degelou alguma geladeira? No passado, não existiam geladeiras frost-free e era comum o acúmulo de grossas camadas de gelo no congelador. Periodicamente, era preciso desligá-la e remover esse gelo. Era um processo bem trabalhoso.


Refrigeradores frost-free: degelo deixou de ser necessário, mas surgiram alguns ruídos

 

Com a chegada dos refrigeradores frost-free, isso deixou de ser um problema. Esse tipo de geladeira possui um mecanismo que impede a formação de gelo nas paredes do congelador, o que significa que não é necessário fazer o degelo periodicamente. Ótima notícia, não é? O que mais poderíamos querer de um refrigerador? De fato, esses eletrodomésticos trouxeram inúmeras vantagens para os usuários, mas eles não são isentos de problemas. Uma das reclamações mais frequentes sobre refrigeradores frost-free é o ruído que ele produz. Rangidos agudos e estalos estão sempre sendo emitidos por essas geladeiras.

 

Embora esse seja um  problema que tenha sido encontrado desde o início do uso de refrigeradores frost-free, até recentemente nem os cientistas, nem os fabricantes de geladeira sabiam qual era a causa dos ruídos. Agora, em abril de 2015, um grupo de pesquisadores da Universidade MEF, em Istambul, finalmente resolveu esse enigma.


Pesquisadores identificaram a causa dos ruídos estranhos produzidos por refrigeradores frost-free

 

Os pesquisadores estudaram no laboratório os componentes do motor da geladeira responsáveis pelo mecanismo frost-free. Para manter as paredes livres de gelo, esses refrigeradores alternam entre ciclos de refrigeração e aquecimento. O ciclo de refrigeração mantém o interior da geladeira a uma temperatura baixa, para deixar nossos alimentos gelados e bem conservados. O ciclo de aquecimento faz com que qualquer gelo que esteja começando a se acumular nas paredes do refrigerador se condense, impedindo a formação de placas de gelo.

 

Essa frequente troca de temperatura, no entanto, tem um efeito nos componentes que constituem a geladeira. Quando a temperatura diminui, a maioria desses componentes reduz seu volume. Quando a temperatura aumenta, eles aumentam de volume. Essa alternância entre contração e expansão é a responsável pelos ruídos. Quando os constituintes da geladeira se expandem, a fricção entre eles origina os sons.

 

Os pesquisadores acreditam que esses resultados podem ser usados por fabricantes de refrigeradores para construir equipamentos “frost-free“ mais silenciosos.




Redes Sociais

Conteúdos Especiais


Powered by CLICKIDEA