Logo ClickeAprenda
HIS

Fidelidade ou Infidelidade?


Publicada em: 06/04/2005

O estabelecimento de compromissos √© muito comum entre os seres humanos. Muitas vezes nos comprometemos com um trabalho, uma rela√ß√£o afetiva, com grupos de pessoas, um hor√°rio e at√© mesmo com ideias. Os compromissos s√£o sempre levados em considera√ß√£o quando temos de tomar algumas decis√Ķes. E muitas vezes s√£o eles os pontos mais importantes sobre os quais nos apoiamos para trilhar um caminho ou outro.

 

Você já estabeleceu algum compromisso na sua vida? Quando teve de tomar alguma decisão que afetava este compromisso, qual foi a sua opção? Foi fiel ao compromisso ou os outros problemas se tornaram mais importantes que ele? Pois é, a fidelidade aos compromissos muitas vezes é muito delicada e nem sempre fácil de ser resolvida. Não é raro que alguns compromissos assumidos em tempos diferentes entrem em choque.

√Č neste contexto que um tema vem sendo muito discutido no pa√≠s durante os √ļltimos meses. Com a elei√ß√£o de Lula e a ascens√£o do Partido dos Trabalhadores ao governo, muitos compromissos hist√≥ricos do partido t√™m sido colocados em debate. Vamos falar aqui de apenas um: o problema da reforma da previd√™ncia, ou seja, as mudan√ßas na forma de aposentadoria dos brasileiros. A lei atual sobre o assunto √©, basicamente, do per√≠odo Vargas e tinha como foco a prote√ß√£o ao trabalhador.

 

Com o passar dos anos, alguns grupos passaram a questionar esta lei e agora ela est√° em debate no Congresso Nacional e pode mudar. O debate √© intenso, e h√° um fato curioso nisto tudo: a proposta que est√° no congresso √© do Governo Lula mas foi durante muito tempo criticada pelo seu partido. N√£o vem ao caso, aqui, especular os motivos que fizeram Lula e a algumas lideran√ßas petistas a mudar de ideia, mas sim os motivos que est√£o levando alguns parlamentares do Partido dos Trabalhadores a manter suas posi√ß√Ķes e n√£o apoiar esta reforma da Previd√™ncia Social.

Existem tr√™s parlamentares do PT que votaram contra a reforma de Lula. Como a proposta foi feita pelo partido do qual eles fazem parte e definiu-se que todos os parlamentares do partido tinham que votar a favor dela, estes parlamentares que votaram contra podem ser expulsos do PT. Isto ocorre por causa da fidelidade partid√°ria. O que quer dizer que, se voc√™ n√£o for fiel ao partido do qual faz parte, voc√™ pode ser expulso dele. No entanto, os parlamentares que votaram contra a reforma da previd√™ncia argumentam que h√° um outro tipo de fidelidade maior que a partid√°ria. √Č a fidelidade √†s suas convic√ß√Ķes, aos seus princ√≠pios, ao compromisso com suas ideias e pensamentos, pois h√° anos eles e o pr√≥prio partido do qual fazem parte combatiam esta reforma que est√° sendo debatida. Segundo este ponto de vista, para fazer o que o partido manda agora, seria necess√°rio negar a si pr√≥prio e √† pr√≥pria hist√≥ria de vida.

Para Reflexão: levando em consideração apenas a questão da fidelidade ou infidelidade, você acha que os parlamentares do Partido dos Trabalhadores que votaram contra a reforma da Previdência agiram corretamente?




Redes Sociais

Conteúdos Especiais


Powered by CLICKIDEA